conta stagranO tenente-coronel disse ainda que um caso específico é analisado com maior afinco pelas autoridades. Segundo ele, uma influenciadora digital teve seu perfil no Instagram roubado, causando-lhe prejuízos financeiros, já que se tratava de sua ferramenta de trabalho. O caso corre em segredo de Justiça.

“Oficialmente a gente está acompanhando um caso, um inquérito aberto, uma influenciadora digital, que teve um prejuízo grande. É preciso fazer um acompanhamento. Ela tentou acessar a conta para poder atualizar as informações e não conseguiu. E o hacker ainda entrou em contato ‘tirando onda’ com ela. Nós recomendamos que ela fizesse outro perfil e estamos na tentativa de recuperar a conta, mas não há garantia”, afirmou.

Como se prevenir

De acordo com Arnaldo Sobrinho, uma boa forma de se prevenir é evitando acessar os perfis em aparelhos, computador ou celular, que possam ser acessados por outras pessoas. Ele recomenda ainda que se faça uma manutenção preventiva dos aparelhos usados e que eles tenham um programa de anti-vírus instalado.

Crime se enquadra na Lei Carolina Dieckmann

Caso seja encontrada a pessoa que roubou o perfil de outra, ela pode ser enquadra na Lei 12.737, de 2012, mais conhecida como Lei Carolina Dieckmann. A pena pode ser de até dois anos de reclusão.  Porém, de acordo com o tenente-coronel, este é o crime-base. A depender do caso, o suspeito pode ser enquadrado em outros crimes.

Como denunciar

Por fim, Arnaldo Sobrinho afirmou que quem suspeitar que seja vítima deste tipo de crime pode procurar a Associação de Combate ao Crime Cibernético da Paraíba através do telefone (83) 99634-3881.

Correio

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO