orquestras sinfônicas da ParaíbaA temporada 2019 da Orquestra Sinfônica da Paraíba tem início na próxima quinta-feira (11), na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, na Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), em João Pessoa. Apresentações em igrejas da Capital e de cidades do interior, dentro do projeto OSPB nos Bairros, e em homenagem ao músico paraibano Jackson do Pandeiro no ano do seu centenário de nascimento integram a programação de concertos das orquestras paraibanas, definida pelo Conselho Artístico da Orquestra Sinfônica da Paraíba. A Orquestra Jovem abre oficialmente as atividades do ano no dia 25 de abril.

“Estamos todos muito felizes de retornar a nossa temporada, mantendo a qualidade de sempre dos nossos concertos. Este ano, teremos regentes e solistas convidados e solistas da própria orquestra, fazendo uma temporada que vai ter concertos oficiais, concertos didáticos e concertos populares em João Pessoa e no interior”, disse o regente titular da OSPB e OSJPB, Luiz Carlos Durier.

O diretor executivo da Orquestra Sinfônica da Paraíba, Márcio Carvalho, ressaltou a importância da continuidade das atividades musicais no Estado. “Na contramão do cenário nacional, onde diversas orquestras estão tendo suas temporadas suspensas e sofrendo fortes ameaças de extinção, devido aos cortes de recursos por parte de governos, o paraibano tem de se orgulhar da sua, que vem, a cada ano, mantendo-se firme e apresentando espetáculos ricos artisticamente e com alcance para todas as idades e classes sociais”, afirmou.

A programação deste ano da Orquestra Sinfônica da Paraíba consta de 12 concertos oficiais, incluindo homenagem a Jackson do Pandeiro e as apresentações dentro do Projeto OSPB nos Bairros, em igrejas da capital e de municípios do interior, a exemplo de Patos, no Sertão, e da comemoração ao aniversário da cidade de João Pessoa, em 5 de agosto, no Teatro Pedra do Reino, no Centro de Convenções da capital.

Para a Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba estão programados nove concertos oficiais, de abril a dezembro deste ano, além de apresentações populares nos municípios de Pilar, Alagoa Grande – cidade natal de Jackson do Pandeiro –, e Brejo do Cruz, encerrando com o Concerto de Natal no Adro da Igreja de São Francisco, na Capital, todos com regência do maestro Luiz Carlos Durier.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO