Na manhã desta quinta-feira (22), o Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) interditou eticamente duas Unidades de Saúde da Família (USF), no Bairro das Indústrias, em João Pessoa, por estarem funcionando sem médicos. As unidades contavam apenas com médicos residentes e equipe de enfermagem, o que coloca em risco o atendimento à população. Para os médicos residentes atuarem é preciso que haja um médico preceptor, que é o profissional responsável por conduzir e supervisionar o trabalho dos residentes em uma unidade de saúde.
“Os postos de saúde estavam sem médicos escalados para trabalhar. Os médicos residentes não podem atuar sem um preceptor, pois ele é o responsável pelo paciente. O preceptor é quem oferece orientação para que o residente recém-graduado aprimore seus conhecimentos, em situações reais”, destacou o diretor do Departamento de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa.

Os postos fiscalizados e interditados eticamente pelo CRM-PB nesta quinta-feira foram USF Bairro das Indústrias II (Cidade Verde II) e USF Bairro das Indústrias III (Cidade Verde III). A interdição terá início a zero hora desta sexta-feira (23) e impede que os médicos residentes trabalhem no local.

Fonte: WScom

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here