JUSTIÇA

Defesa de Lula entra em cena para derrubar no STF condenação injusta do TRF-4

247 – A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva considera a hipótese de pedir um novo habeas corpus com base em precedentes do Supremo Tribunal Federal.

Além disso, os advogados de Lula vão recorrer aos tribunais superiores para tentar derrubar a decisão de segunda instância que manteve e ampliou a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo do sítio de Atibaia (SP).

Reportagem do jornalista Reynaldo Turollo Jr. destaca que no julgamento o tribunal regional não seguiu os precedentes do Supremo.

Tanto na Segunda Turma como no plenário, a suprema corte anulou duas condenações de ex-executivos da Petrobras — um deles, Aldemir Bendine, ex-presidente da estatal — porque eles tiveram que apresentar suas alegações finais, na primeira instância, ao mesmo tempo que outros réus que eram delatores.

No novo habeas corpus, a defesa de Lula deve sustentar que a decisão do TRF-4 de não anular a sentença do sítio foi ilegal porque desrespeitou o entendimento do Supremo, desrespeitando assim o direito à ampla defesa salvaguardado nos precedentes da corte.

Uma parte do Supremo entende que é obrigatório que na ordem de apresentação das alegações finais o réu fale por último, condição que não foi respeitada no julgamento do processo do sítio de Atibaia.

Por isso, a defesa de Lula e uma ala de ministros do STF, consideram que o pedido de habeas corpus contra a decisão do TRF-4 será bem-sucedido.

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
PUBLICIDADE