políticos alemães são hackeadosBerlim - Os dados pessoais de centenas de políticos alemães, incluindo os da chanceler Angela Merkel, foram publicados online, anunciou o governo nesta sexta-feira, sem especificar a ocorrência de um ataque cibernético.

O vazamento de dados (conversas por e-mail, documentos de identidade, cartas e dados bancários) foi publicado em uma conta no Twitter no período de Natal, mas o governo só divulgou a informação nesta sexta.

Em um dos documentos publicados na internet, há dois e-mails da chanceler, bem como vários faxes e uma carta endereçada a ela.

O governo não tem como confirmar ou negar neste momento se houve um ataque cibernético como já aconteceu no país, informou o porta-voz do Ministério do Interior, Sören Schmidt.

O gabinete de segurança de computadores (BSI, na sigla em inglês) afirmou no Twitter que foi “um ciberataque contra políticos” e explicou que estava “investigando intensivamente o assunto com a estreita coordenação das autoridades”.

A ministra alemã da Justiça, Katarina Barley, denunciou “um ataque sério de quem quer sabotar a confiança na democracia e suas instituições”, segundo a agência de notícias alemã DPA.

 O DIA

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO