TODAS AS CATEGORIAS

COI retira parcialmente as punições impostas ao Comitê Olímpico do Brasil

Comitê Olímpico do BrasilO Comitê Olímpico do Brasil (COB), suspenso provisoriamente pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), foi autorizado nesta terça-feira a participar das assembleias da Associação de Comitês Olímpicos Nacionais (ANOC) e da Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa).

A entidade brasileira estava recebeu sanções após a prisão de Carlos Arthur Nuzman, acusado de envolvimento em esquema de compra de votos para conseguir que o Rio de Janeiro sediasse os Jogos Olímpicos de 2016.

A Executiva do COI se reuniu hoje, por meio de teleconferência, onde definiu pela retirada parcial da suspensão estabelecida há algumas semanas ao COB.

Os dirigentes chegaram a conclusão de que a entidade brasileira foi “plenamente cooperante e voluntária” com as investigações e tomou “de forma imediata” as medidas necessárias para responder as “preocupações” do Comitê Olímpico Internaciona.

Entre as iniciativas, está a aceitação da renúncia de Nuzman, a escolha de um novo presidente (Paulo Wanderley Teixeira), além da revisão das contas do período entre 2008 e 2010, “para garantir que o COB não fosse acusado na investigação aberta no Brasil.

As assembleias de ACNO e ODEPA acontecerão em Praga, na República Tcheca. A Organização Desportiva Pan-Americana colocará em votação, em 4 de novembro, a sede dos Jogos Pan-Americanos de 2023, com Santiago do Chile como candidata única.

EFE

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar