Taça da Copa do BrasilFoi sofrido, mas o Botafogo-PB está na terceira fase da Copa do Brasil. Depois de um jogo disputado contra o Tombense-MG, que terminou em 2 a 2 no tempo normal, no estádio Almeidão, em Tombos, o Belo contou com o goleiro Saulo inspirado para vencer por 7 a 6 nos pênaltis e carimbar a classificação, na noite desta quinta-feira (28). O arqueiro botafoguense pegou duas cobranças e ainda anotou o gol decisivo. Além da vaga na próxima fase, o Alvinegro da Estrela Vermelha garantiu R$ 1,45 milhão pela classificação.

O Belo agora vai enfrentar o Londrina-PR na terceira fase da Copa do Brasil. Vale lembrar que a partir de agora os jogos serão de ida e volta. As datas dos confrontos ainda serão divulgadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O jogo

O Belo começou a partida com tudo e logo aos três minutos teve uma grande chance de abrir o placar. O juiz Elmo Alves Resende Cunha marcou pênalti após a bola bater na mão de Reynaldo. O centroavante Nando foi para a cobrança, mas Felipe defendeu. A bola ainda bateu no travessão.

Aos 15, o time paraibano teve outra oportunidade de marcar, mas perdeu. Clayton recebeu na área, driblou o goleiro Felipe e chutou forte em direção ao gol. No entanto, o lateral Bruninho, bem posicionado, salvou o Tombense em cima da linha.

O Botafogo-PB foi castigado pelos gols perdidos. Aos 25 minutos, o árbitro assinalou pênalti – mal marcado – a favor do Tombense. O experiente meia Juan foi para a cobrança e marcou.

A resposta do time paraibano foi imediata e, dois minutos depois, Clayton empatou com uma pintura. O camisa 7 aproveitou uma sobra de bola na intermediária e acertou um lindo chute no ângulo para igualar a partida. Antes do fim do primeiro tempo, o meia ainda mandou uma bola na trave.

A equipe da casa voltou bem melhor na segunda etapa, criando mais chances, mas foi o Botafogo que marcou. Aos 19 minutos, Clayton, de novo ele, acertou mais um lindo chute de fora da área para colocar o Belo na frente.

O Tombense não sentiu o gol e quatro minutos depois já chegou ao empate. O atacante Edson, que havia acabado de entrar, aproveitou o cruzamento e testou com estilo para marcar. Depois do tento, o time mineiro seguiu pressionando, mas a partida foi para os pênaltis.

Pênaltis

Saulo começou brilhando e defendeu a primeira cobrança. Marcou Aurélio bateu em seguida e colocou o Belo na frente. Depois, Juan, Vander, Everton e Lucas converteram para o Tombense e Adalgiso Pitbull, Fábio Alves e Lula anotaram para o Belo. Paulo Renê teve a chance de garantir a classificação do Bota, mas chutou na trave.

A disputa foi para as cobranças alternadas. Bruno e Lincoln fizeram para os donos da casa, enquanto Rogério e Fágner anotaram para o Belo. Na oitava cobrança, Saulo foi buscar a bola batida por Cássio Ortega. O arqueiro do Belo foi bater o pênalti decisivo e, com categoria, bateu bem para classificar o Belo.

Portal Correio

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO