Nenê comemoraNão foi um daqueles clássicos emocionantes e com ação do início ao fim da partida. Apesar da vitória do Vasco por 1 a 0 com um gol de Nenê e a tensão crescente até o apito final, o jogo foi apático na maior parte do tempo. Mas empurrado por sua torcida, que estava há mais de três meses sem poder ir a jogos do Cruz-Maltino, o Vasco conseguiu a vitória e subiu para a oitava posição, com 39 pontos. O Botafogo segue em sexto, com 43.

O gol de Nenê contou com muita reclamação dos jogadores do Botafogo por dois toques na mão de atletas do Vasco. Para os alvinegros, o início da jogada teria sido irregular, porém a bola bate na perna e em seguida no braço de Madson, dentro da área, o que o árbitro não considerou como pênalti. Na sequência da jogada, Nenê recebe, tromba com a zaga e no bate-rebate a bola toca em seu peito e sobra para ele mesmo chutar de fora da área e marcar

A etapa inicial foi marcada pela superioridade do Botafogo, mas quem teve a melhor chance dos primeiros 45 minutos foi o Vasco. O Alvinegro organizava mais o jogo e concentrava as ações. Já o Cruz-Maltino tinha dificuldades no toque de bola, mas mesmo assim conseguiu chegar, com Wellington. O volante arriscou de longe e a bola carimbou a trave direita de Gatito e foi só isso durante o primeiro tempo.

A entrada de Yago Pikachu no lugar de Wagner deu mais velocidade ao ataque vascaíno e mudou um pouco o panorama da partida. Foi do lado direito que Nenê recebeu, teve a bola rebatida na defesa do Botafogo (que reclamou de mão) e marcou de fora da área. Depois do gol, o Vasco recuou bastante e o Alvinegro foi para cima, mas não conseguiu empatar apesar da pressão

Aos 40, Paulo Victor entrou no lugar de Mateus Vital e colaborou para o aumento da tensão dentro das quatro linhas do Maracanã. No minuto seguinte o garoto recebeu escanteio curto de Nenê e tentou uma lambreta em Arnaldo. O atacante caiu, reclamou de falta que o juiz não deu, e depois sofreu retaliações dos jogadores do Botafogo. Pouco após a tentativa do drible, Bruno Silva encosta no ombro do garoto, que cai e deixa os alvinegros bastante irritados

Depois de mais de três meses, a torcida vascaína voltou a assistir a um jogo do Cruz-Maltino como mandante na cidade do Rio de Janeiro. Os torcedores estavam impedidos de ir aos jogos desde a confusão no Vasco x Flamengo, em São Januário, no dia 8 de julho deste ano, ainda no primeiro turno do Brasileirão

O principal nome do Vasco antes da partida não estava em uma noite muito inspirada e contou com o gol para melhorar sua nota na partida. Nenê esteve abaixo do que é esperado por ele e errou muitos passes na hora da construção das jogadas, principalmente no primeiro tempo

GE

COMPARTILHAR

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO


1 × oito =