manifestações para o dia 30
Foto: Sérgio Ricardo/DIARIOPB

As grandes manifestações contra os cortes nas verbas para a Educação, que reuniram mais de dois milhões de pessoas em todo o Brasil abriram um ciclo de lutas que não vai parar tão cedo e terá repercussões políticas.

Os estudantes decidiram por meio da sua máxima entidade representativa, a União nacional dos Estudantes (UNE), marcar novos protestos para o próximo dia 30, uma quinta-feira. “É o início do gosto amargo que o Bolsonaro vai sentir”, diz presidente da entidade, Marianna Dias. A informação é da Folha de S.Paulo.

Reportagem da jornalista Angela Pinho aponta que “após manifestações em todo o país, a UNE anunciou um novo dia de protestos contra os cortes na educação daqui a duas semanas.

Entrevistada pelo jornal, Marianna Dias afirma: “Precisamos mostrar para o Bolsonaro e para o Brasil a força dos estudantes e do povo”.

Consciente do papel que o Movimento Estudantil pode desempenhar na atual crise política e social do país, Marianna Dias destaca: “As pessoas sempre esperam que os jovens estejam na linha de frente”, informa o jornal

Com informações do Brasil 247

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO