temer satanásMichel Temer barganha com recursos públicos, mais uma vez, o apoio do Congresso para suas reformas.

Agora, para comprar o voto dos ruralistas para as alterações na Previdência, que praticamente acabam com a aposentadoria do brasileiro, o peemedebista acena com um generoso perdão de dívida.

As informações são da Coluna do Estadão.

“A equipe econômica decidiu perdoar os juros da dívida da contribuição social do empregador rural. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, bateu o martelo nesse ponto reivindicado pela bancada ruralista do Congresso. O governo vai editar uma medida provisória para tratar do passivo do Funrural, o equivalente à contribuição para a Previdência do setor, cujo passivo pode superar R$ 10 bilhões. Michel Temer se reúne com a bancada hoje e deve anunciar a medida como moeda de troca para o apoio à reforma previdenciária.”

Brasil 247

COMPARTILHAR

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO


1 × = três