Sonda New Horizons sobrevoa objetoA sonda espacial da NASA New Horizons sobrevoou nesta terça-feira com sucesso o Ultima Thule, o objeto celeste mais distante que a humanidade já explorou até agora, situado no Cinturão de Kuiper, a cerca de 6,5 bilhões de quilômetros de distância do Sol.

“Confirmado! A New Horizons sobrevoou o objeto celeste mais distante jamais visitado por uma nave espacial”, disse o chefe da NASA, Jim Bridenstine, em sua conta oficial no Twitter.

Bridenstine parabenizou a agência espacial americana, que junto aos seus colaboradores nesta missão, a Universidade Johns Hopkins e o Instituto de Pesquisa Southwest, “voltou a fazer história”.

Ultima Thule, que foi o nome escolhido pelo público em uma votação aberta pela NASA para batizar o objeto, antes conhecido como 2014 MU69, provém de um termo de origem grega usado por geógrafos romanos e medievais para indicar um lugar “situado além do mundo conhecido”.

De acordo com a NASA, a sonda New Horizons, que já inspecionou Plutão em 2015, fará fotografias de alta resolução do Ultima Thule durante 72 horas a 3.500 quilômetros de distância com o objetivo de reconhecer sua superfície e composição e investigar se tem atmosfera ou outros corpos celestes ao redor.

Além disso, a agência espacial americana pretende determinar se consiste em um só objeto celeste ou na união de dois.

O Ultima Thule está situado em uma das regiões mais remotas do Sistema Solar, conhecida como Cinturão de Kuiper, em homenagem ao astrônomo que sugeriu sua existência na década de 1950, Gerard Kuiper.

Os cientistas e astrônomos encarregados desta missão esperam que as informações coletadas ajudem a entender melhor a formação do Sistema Solar e como os planetas se construíram.

Agência EFE

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO