cefSeis agências da Caixa Econômica Federal vão abrir as portas no sábado (18) para atender exclusivamente trabalhadores que querem tirar dúvidas sobre o acesso a contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço ( FGTS). São quatro agências em João Pessoa, uma em Bayeux e uma em Campina Grande, que ficam abertas das 9h às 15h.

Em todo o estado, 163.977 trabalhadores vão poder sacar o dinheiro, segundo levantamento da Caixa Econômica Federal, um saldo total de R$ 149.071.677,08.

Em João Pessoa, abrem neste sábado as agências Cruz das Armas, Cabo Branco (no Centro), Epitácio Pessoa e Bairro de Mangabeira. Em Bayeux, abre a agência Bayeux, e em Campina Grande, a agência Campina Grande (na rua Epitácio Pessoa)

O pagamento começa no dia 10 de março e segue até 31 de julho. Nesse período, para atender melhor os trabalhadores, as agências do banco estarão abertas nos seguintes sábados: 11 de março, 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho. O horário vai das 9h às 15h.

Na Paraíba, a Caixa tem 45 agências, quatro postos de atendimento, 317 casas lotéricas, 174 correspondentes Caixa Aqui e dois postos de autoatendimento. Ao todo, são 350 equipamentos, terminais de Banco 24h e 72 da Rede Compartilhada com o Banco do Brasil.

Medida beneficia 30,2 milhões
De acordo com o governo, são mais de R$ 43 bilhões parados nessas contas e o governo calcula que, desse total, R$ 34 bilhões serão sacados por trabalhadores. Mais da metade dos trabalhadores tem, no máximo, R$ 500 para sacar, segundo o governo. Outros 24% têm saldo entre R$ 500 e R$ 1.500. Os dois grupos representam 80% do total de pessoas com direito a sacar o dinheiro. Os demais têm mais de R$ 1.500 a receber. Cerca de 30,2 milhões de trabalhadores devem ser beneficiados em todo o país.

Tem direito a sacar o dinheiro do FGTS quem tem saldo em uma conta inativa até 31 de dezembro de 2015. Uma conta fica inativa quando deixa de receber depósitos da empresa devido à extinção ou rescisão do contrato de trabalho. O trabalhador deve estar afastado do emprego pelo menos desde o fim de 2015.

Antes, só tinha direito a sacar o FGTS de uma conta inativa quem estivesse desempregado por, no mínimo, três anos ininterruptos. Agora, a pessoa que pediu demissão ou foi demitida por justa causa até 31 de dezembro de 2015 vai poder sacar o saldo que ficou na conta.

Veja as datas para os saques:
Nascidos em janeiro e fevereiro: sacam a partir de 10 março
Nascidos em março, abril, maio: sacam a partir de 10 de abril
Nascidos em junho, julho, agosto: sacam a partir de 12 de maio
Nascidos em setembro, outubro, novembro: sacam a partir de 16 em junho
Nascidos em dezembro: sacam a partir de 14 julho

Consulta pela internet
O trabalhador pode consultar o saldo pelo site da Caixa ou do próprio FGTS e através de aplicativo para smartphones e tablets (com versão para Android, iOS e Windows). É possível ainda fazer um cadastro para receber informações do FGTS por mensagens no celular ou por e-mail.

No aplicativo, é preciso informar o número do NIT e a senha criada para o acesso pela internet. Se ainda não tiver senha, é preciso clicar em “Primeiro Acesso”.

No site da Caixa, é preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho, e usar uma senha cadastrada pelo próprio trabalhador. É possível usar ainda a senha do Cartão Cidadão. A página oferece a opção de recuperar a senha, mas é preciso informar o NIS. O serviço mostra dados cadastrais e lançamentos feitos na conta nos últimos seis meses.

O beneficiário pode ainda consultar seu extrato do FGTS presencialmente no balcão de atendimento de agências da Caixa. Também é possível ir a um posto de atendimento e fazer a consulta utilizando o Cartão Cidadão, desde que tenha em mãos a senha. Em caso de problema com essa senha, o trabalhador precisa comparecer a uma agência da Caixa para regularizá-la.

G1/PB

COMPARTILHAR

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO


4 × = vinte oito