eceita vai investigar Michele BolsonaroA primeira-dama, Michele Bolsonaro, passará a ser investigada pela Receita Federal. É o que aponta um procedimento aberto pelo órgão nesta quarta-feira 23, segundo reportagem do jornalista Josias de Souza, do UOL. Motivo: ela está no rol de favorecidos da renda movimentada pelo ex-assessor Fabrício Queiroz, amigo pessoal de Jair Bolsonaro e funcionário do gabinete do filho Flávio Bolsonaro.

O órgão de controle aponta “a ex-secretária parlamentar e atual esposa de pessoa com foro por prerrogativa de função: Michelle de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro” como uma das beneficiárias dos R$ 7 milhões movimentados por Queiroz em três anos em sua conta bancária. Ela recebeu do amigo da família um cheque de R$ 24 mil.

“Um auditor familiarizado com o procedimento de averiguação fiscal explicou ao blog que, embora não seja o ‘alvo primário’ da apuração, Michelle Bolsonaro ‘será alcançada como consequência natural da averiguação a ser realizada na conta de Fabrício Queiroz'”, informa Josias.

Brasil 247

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here