PSOL irá levar à justiça difamações que relacionam WyllysO presidente do PSOL, Juliano Medeiros, anunciou no início da tarde desta sexta-feira (25) que irá levar à justiça todas as mentiras divulgadas nas redes sociais que associam o deputado federal Jean Wyllys ao atentando que Jair Bolsonaro sofreu durante o período eleitoral.

“Informo que nosso departamento jurídico está levantando informações sobre as mentiras que tentam associar Jean Wyllys e o PSOL ao atentado contra Bolsonaro. Vamos identificar as pessoas que estão disseminando essas mentiras e elas pagarão por seus crimes, seja quem for”, disse Juliano em sua conta no Twitter.

Entenda o caso

Segundo informa o Portal Fórum, incitados pelo cantor Lobão, que publicou um tuíte às 6h44 desta sexta-feira (25) insinuando que Jean Wyllys estaria deixando o Brasil por suspeitas de envolvimento no atentado cometido por Adélio Bispo dos Santos contra Jair Bolsonaro (PSL), bolsonaristas começaram um movimento que colocou a hashtag #InvestigarJeanWillis no Trending Topics Brasil – os assuntos mais comentados – no Twitter.

“Essa parada de Jean Willis sair do Brasil e deixar a vida pública só levanta sérias suspeitas sobre seu envolvimento na tentativa de assassinato a Jair Bolsonaro. Deve ser investigado imediatamente. Esse papo é lorota”, tuitou Lobão, com a hashtag #InvestigarJeanWillis.

A publicação causou uma mobilização entre os bolsonaristas e os milhares de robôs que atuam nas redes sociais pró-Bolsonaro, que seguiram os conselhos do “pai Lobão”.

Com Brasil 247

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO