A Secretaria de Educação e Cultura de João Pessoa (Sedec-JP), por meio da coordenação do projeto ‘Cordel na Sala de Aula’, deu início na manhã desta sexta-feira (2) a formação dos professores de cordel da Rede Municipal de Ensino. O primeiro encontro aconteceu no Teatro Ednaldo do Egypto, no bairro de Manaíra. O tema trabalhado foi ‘A musicalidade de Jackson do Pandeiro’, além dos instrumentos técnicos pedagógicos.

“Nós queremos estreitar o saber entre as diversas entidades que compõem a sociedade. Por exemplo, o poeta que tem o dom de criar, de reinventar a recriar a palavra, com isso, ele vai estar passando para o professor esse ar mais íntimo com a questão da poesia. Queremos fazer com que o aluno admire a leitura, o ato e o hábito de ler. Já temos em nossas escolas alunos que produzem belíssimos cordéis. E sei que podemos fazer mais espalhando essa cultura popular”, explicou a coordenadora do projeto, Sayonara Gomes.

Participaram da abertura o poeta Robson Jampa; a diretora de Cultura Popular da Funjope, Francisca Leitão; participação especial do poeta Josinaldo Vieira que declamou um poema autoral “Vaqueiro do Nordeste”; a assessora pedagógica da Diretoria de Gestão Curricular da Sedec, Adriana Weiga, que falou sobre os instrumentos técnicos pedagógicos; e o assessor ambiental do Projeto Educação Ambiental da Sedec, Ismael Xavier de Araújo, cujo tema da apresentação foi “A globalização, cultura popular e o meio ambiente no trabalho das marisqueiras, lavadeiras de rio e a música “Chiclete com Banana” de Jackson do Pandeiro.

Quem também esteve presente foi a secretária adjunta da Sedec, América Castro. “Vocês que são professores de cordel tenham a certeza que são reconhecidos por todos nós. O programa funciona nas nossas escolas graças a cada um de vocês. Essa é uma cultura nossa que não vamos deixar acabar nunca. E precisamos dessas ferramentas que nos auxiliam a passar da melhor forma para os alunos os nossos conhecimentos. Obrigado a cada um”, disse.

O próximo encontro será no dia 16 de agosto, das 8h às 12h, também no Teatro Ednaldo do Egypto. Será abordado no campo da robótica o uso da ferramenta “stop motion animation”, a favor da cultura popular; poemas populares autorais e vivência escolar; Contribuição do Cordel ao Ensino de Teatro; e influências da Literatura de Cordel na prática escolar.

Secom\JP

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here