BRASIL

PRF – Para quê policiamento? Para quê fiscalização?

Sucateamento e desmonte da Polícia Rodoviaria Federal, a quem interessa?

Posto Rodoviário Federal de Santa Terezinha/PB – BR 230.

Estranho, como as coisas vem acontecendo neste País, nestes últimos tempos, não sei se são por acaso ou ações devidamente pensadas, deliberadas, visando objetivos, para nós, pobres mortais, obscuros.

É muito estranho o processo de deterioração que está vivendo nossa linda e gloriosa Polícia Rodoviária Federal, uma Instituição pujante, que tantos benefícios traz ao País. O que estamos vendo é seu total sucateamento, aqui na Paraíba é raro encontrar um Posto Rodoviário aberto, atendendo ao público, cumprindo seu papel social de fiscalização, de combate ao tráfico, ao narcotráfico, aos infratores no trânsito, ao contrário, parece que, nestes últimos tempos, a PRF se tornou desnecessária, não faz falta.

A Polícia Rodoviária Federal é uma instituição policial ostensiva federal brasileira, subordinada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, cuja principal função é garantir a segurança com cidadania nas rodovias federais e em áreas de interesse da União. Quase centenária, criada em 1928 pelo Presidente Washington Luís, hoje é parte importante do Sistema Brasileiro da Segurança, precisando ser enxergada como importante para o desenvolvimento do País.

Posto da PRF é fechado nesta quarta-feira (29) em Cajazeiras; Entenda | Reporter PBPosto Roviario Federal de Cajazeiras/PB – BR 230. Desativado.

Só na Paraíba, caso não tenham sido feitas mudanças, são 11 Posto Rodoviários e 03 Delegacias, além da sua Sede Central e, pasmem, na sua grande maioria, estão todos fechados, uns alegam reformas, outros alegam a falta de condições materiais, das necessidades estratégicas, etc. Porém, em suma, fechados. E isso não é um privilégio da Paraíba, isso acontece em todo País, a questão no nosso Estado vizinho, Pernambuco, é muito pior, no restante do País, basta uma rápida pesquisa no Google. O trabalho de Fiscalização e policiamento deixou de ser um serviço necessário? O tráfico de armas e drogas deixaram de existir? O condutor brasileiro passou a ser um cidadão consciente e deixou de infringir as Leis de trânsito?

O que me parece é que estamos vivendo novos tempos, o nosso País não é mais o Brasil que conhecemos. Se a PRF não é mais necessária porquê manter uma estrutura imensa, que consome milhões do erário público, um dinheiro que poderia ser investido em áreas que precisam de socorro urgente como Saúde, Educação.

Comprar carro de polícia em leilão vale a pena? Viaturas da PRF sucateadas, expostas para Leilão.

Existe alguma coisa de podre no “Reino da Dinamarca”, não acredito que uma Instituição do porte da PRF seja desnecessária. Ainda lembro dos movimentos organizados por suas direções, seus Sindicatos, em 2012, momentos de grandes reivindicações por melhores condições de trabalho e de salários, mas o que me parece é que, na verdade, a questão era só derrubar a Dilma pois, de lá pra cá, calaram-se todos.

Há uma conivência silenciosa, a categoria calada, inerte. A imprensa, a mídia falada, escrita e televisada, nada fala, nada escreve, nada mostra. Parece que nada está acontecendo, não existe um problema grave que está acontecendo e, que essa falta de ação não repercute diretamente na vida de milhões de brasileiros. Será que o Governo brasileiro está invertendo suas prioridades? Quem se beneficia com a falta de policiamento? Quem se beneficia com a falta de fiscalização? De uma coisa eu sei: O povo pobre e honesto brasileiro, aquele que paga os impostos, é que não é.

Da Redação

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar