POLICIAL

Polícia Civil prende casal suspeito de torturar e acorrentar criança de 7 anos

A Polícia Civil por meio da delegacia de Boqueirão, sob o comando do delegado seccional Iasley Almeida, cumpriu mandados de prisão preventiva em desfavor do casal Maria Aparecida de Sousa Silva e Edilson Cosme Albuquerque, acusados de torturar e espancar uma criança de apenas sete anos de idade na cidade de Boqueirão.

A criança deu entrada no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande em estado de desnutrição e com ferimentos na noite de 10 de julho. De acordo com a Polícia Civil, a criança estaria sofrendo maus-tratos praticados pela mãe, em Boqueirão. O padrasto da criança também está sendo investigado

De acordo com o laudo do Numol divulgado nesta quarta-feira (18), já entregue à Polícia Civil, existem lesões abertas e cicatrizadas, comprovando que a criança foi agredida por um longo período de tempo. Márcio Leandro afirmou que no momento do exame o menino estava muito debilitado, desnutrido e com quadro de anemia profunda.

O menino deve passar por cirurgias plásticas após tratamento dos ferimentos no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. O menino tem um ferimento tão grave na cabeça que vai precisar passar por uma cirurgia plástica para reconstituir o tecido lesionado. O diretor-técnico do hospital Gilney Porto, explicou que é preciso primeiro esperar a cicatrização dos ferimentos.

Uma reavaliação precisa ser feita na criança para que sejam identificados os graus das lesões que devem permanecer no menino. No entanto, isso só vai acontecer após a cirurgia.

O menino de 7 anos permanece internado no Hospital de Trauma de Campina Grande, com estado de saúde considerado estável. Ainda não há previsão de receber alta médica.

O delegado vai conceder entrevista coletiva às 10h30 na sede da 11ª seccional em Queimadas.

por Paraíba

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
PUBLICIDADE