MST realiza doação de alimentos orgânicos no Porto do CapimEsta quarta  (17) é o dia Nacional de Luta pela Reforma Agrária e para lembrar da importância dessa política pública  o Movimento das Trabalhadoras e Trabalhadores Rurais Sem Terra, do estado da Paraíba realizou um ato de solidariedade às famílias da comunidade do Porto do Capim, que estão ameaçadas de despejo pela Prefeitura Municipal de João Pessoa.

Foi doado cerca de uma tonelada de alimentos produzidos no acampamento Arcanjo Belarmino. A área de produção fica localizada no município de Pedras de Fogo e estava abandonada, as 400 famílias que ocupam a fazenda da falida Usina Santa Tereza, conseguiram ressignificar o local, tornando a área produtiva com plantio de macaxeira, batata doce, milho, hortaliças e feijão.

“Dia 17 de abril comemora-se o dia Nacional de Luta pela Reforma  Agrária e todos os anos fazemos ações no sentido de dar visibilidade às nossas conquistas e lutas, mostrando à sociedade, a importância da Reforma Agrária e da produção de alimentos saudáveis para a população brasileira”, declarou o MST-PB em nota.

Além da doação de alimentos, foi realizada uma palestra sobre a importância da Reforma Agrária, também na comunidade Porto do Capim, onde habitam 162 famílias há várias décadas.

“Elas correm o risco de serem despejados de forma ilegal e desumana e neste sentido, nós do MST nos solidarizamos e vamos fazer esta atividade para mostrar a sociedade à importância da Reforma Agrária neste país”, afirmou o movimento sem terra.


 Brasil de Fato

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here