lagoa alagadaO Parque Lagoa, utilizado como carro chefe da reeleição do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), nas eleições de 2016, passou por sua primeira prova de fogo, nesta terça-feira (10) e acabou sendo reprovada no quesito alagamento.

Mesmo com o investimento milionário, de mais de R$ 40 milhões, através de uma intervenção da prefeitura de João Pessoa, os velhos problemas parece que não foram resolvidos e, mais uma vez, o local ficou alagado após as fortes chuvas que caem na Capital desde a madrugada.

CAOS

Fotos e vídeos encaminhados por internautas mostram a situação de caos que vários populares tiveram que enfrentar.

A água, em algumas das paradas de ônibus, deixou os pés dos usuários submersos, à mercê de doenças e de acidentes.

O local é o mesmo recentemente construído pela prefeitura de João Pessoa para abrigar as paradas de ônibus que foram deslocadas do antigo anel interno da Lagoa para as proximidades do Centro Comercial de Passagem.

Em vídeo um internauta denuncia a falta de escoamento no local e o martírio que é permanecer na Lagoa em dia de chuva.

Ainda em 2015 a antiga Controladoria Geral da União (CGU) identificou um prejuízo de R$ 5,9 milhõesnas obras de revitalização da Lagoa do Parque Solon de Lucena, em João Pessoa. Segundo relatório da CGU, o prejuízo teria sido causado por pagamentos em montante superior ao valor dos serviços efetivamente executados.

O suposto superfaturamento, que chega a quantia de R$ 10 milhões, ainda segue sob investigação do Ministério Público Federal

PB Agora

COMPARTILHAR

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO


nove − = 8