ex-governador Ricardo CoutinhoNesta quarta-feira (3), Ricardo Coutinho conseguiu duas liminares no 4º juizado especial cível da Capital contra os proprietários dos sites resumopb.com.br e blogdepianco que divulgaram “fake news” de que ele teria recebido sem trabalhar o salário no mês de janeiro de 2019 no cargo de farmacêutico na Universidade Federal da Paraíba. Ricardo Coutinho é servidor público concursado e teve portaria de aposentadoria publicada no dia 1º de março deste ano, no Diário Oficial da União (DOU).

A mentira dos dois blogueiros desta vez foi que Ricardo teria recebido o mês de janeiro sem trabalhar. Mas quem informou não teve o cuidado de verificar que em janeiro, o servidor Ricardo Coutinho estava de férias e, por isso, recebeu o salário do mês e o correspondente a um terço de férias como determina a lei. Os atores do crime Thomaz Patrick Cabral e Erasmo Thomaz Almeida de Aquino esquecem que quando se tem justiça a verdade logo logo aparece, e terão que retirar a matéria imediatamente dos sites e das redes sociais, caso contrário, pagarão multa de até R$ 7 mil. Outras ações por fake news contra Ricardo Coutinho tramitam no judiciário e a sociedade espera apenas que prevaleçam a verdade e a justiça.

Aos autores da mentira resta a dignidade de cumprir a lei retirando as notícias do ar e pedir desculpas pelo total desrespeito ao cidadão Ricardo Coutinho e a seus leitores. É o que se espera para que tenham o mínimo de dignidade e credibilidade ou então, é caso de psiquiatria mesmo.

Blog do Clovis Gaião

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here