Já são nove mortos e 300 desaparecidosPelo menos nove pessoas morreram e chega a 300 o número de desaparecidos em razão do rompimento de uma barragem em Brumadinho, em Minas Gerais, informou o Corpo de Bombeiros no início da madrugada deste sábado.

Anteriormente, a corporação trabalhava com o número de sete vítimas fatais e ao menos 150 desaparecidos. A revisão dos dados ocorreu em um novo balanço divulgado por volta da 1h30 deste sábado.

Ainda segundo os bombeiros, 189 pessoas que residem ou estavam na área no momento da tragédia já foram resgatadas.

“Eu diria que apesar de ser uma tragédia de dimensões enormes, a situação está sobre controle. As nossas forças estão fazendo o melhor e eu acompanho pessoalmente”, declarou o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo).

Os números dos bombeiros contrastam com os divulgados pela mineradora Vale, responsável pela barragem. Mais cedo, a companhia informou que havia 427 pessoas no local, e que 279 foram resgatadas vivas.

Também no início da madrugada deste sábado, a Justiça mineira determinou o bloqueio das contas da Vale, responsável pela barragem de Brumadinho, cidade que fica a 50 km de Belo Horizonte.

Em seu despacho, o juiz plantonista Renan Chaves Carreira determinou o bloqueio de R$ 1 bilhão das contas da empresa e R$ 20 bilhões em ações da firma nas bolsas de São Paulo, Nova York e Madri, recursos estes que serão voltados para o auxílio às vítimas da tragédia.

O rompimento da barragem em Brumadinho acontece três anos e dois meses após outra tragédia em Minas Gerais, ocorrido em Mariana e também ocasionado pelo vazamento de rejeitos de uma barragem de não resistiu.

O episódio foi classificado como a maior tragédia ambiental da história do Brasil.

Sputinik

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here