EDUCAÇÃOPARAÍBA

Governador João Azevedo recebe prêmio pela Paraíba ter a melhor educação do país durante a pandemia

João Azevêdo recebe prêmio do CLP, em São Paulo, como destaque da Paraíba em Educação

A Plataforma Paraíba Educa foi a vencedora da edição 2021 do Prêmio Excelência em Competitividade, na categoria Boas Práticas, promovido pelo Centro de Liderança Pública (CLP). A cerimônia de premiação ocorreu nesta quinta-feira (30), em São Paulo, e contou com a presença do governador João Azevêdo, que apresentou aos demais governadores participantes do evento e aos representantes do CLP o êxito do programa elaborado para atender alunos e professores da Rede Estadual de Ensino durante a pandemia do coronavírus.

Criado em 2015, o Prêmio Excelência em Competitividade reconhece os estados que se destacam na priorização da competitividade na formação da agenda do estado, por meio de políticas de alto impacto que influenciam diretamente nos indicadores que compõem o Ranking. A Paraíba ganhou destaque por ter uma maior cobertura e menor demora na implementação da modalidade de ensino remoto para os alunos das Escolas Estaduais, o que deu ao Estado, em nível nacional, a melhor avaliação com nota de eficiência 6,0, seguido do Distrito Federal (5,88) e Minas Gerais (5,83). A nota da Paraíba foi mais do que o dobro da média nacional, que obteve 2,38.

O índice é composto pelos indicadores de ensino remoto avaliados no estudo ao longo do tempo. Isto é, estados e capitais que implementaram um bom plano baseado em vários aspectos do plano rapidamente receberam notas mais altas no índice do EAD por um período maior e obtiveram uma média geral maior do que outros programas. Estados com uma nota menor decretaram um plano de pior qualidade e normalmente estes planos foram implementados mais tardiamente na maioria dos casos.

O ensino remoto do estado foi reconhecido como o melhor do Brasil por meio de pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e recebeu a maior nota na análise feita pela Rede de Pesquisa Solidária (RPS), integrada por pesquisadores de várias instituições que avaliaram a oferta do ensino remoto aos alunos durante a pandemia.

João ressaltou que a Paraíba Educa representa uma das mais complexas, eficientes e rápidas respostas do estado ao longo da pandemia. “Nós utilizamos a nossa experiência em serviços digitais e esse foi o caminho certo e necessário para evitar a interrupção do processo de aprendizagem dos alunos, o que será fundamental para a vida de cada um deles, mas também essencial para o desenvolvimento econômico e social do nosso estado e eu agradeço a cada professor, dirigente escolar e a todos da Secretaria de Educação pelo empenho, capacidade de se reinventar e determinação para que isso fosse possível porque, como professor, sei que a educação é a mãe de todas as políticas públicas”,

O QUE É A PLATAFORMA “PORTAL PARAIBA EDUCA”?

A Secretaria de Educação disponibilizou a plataforma on-line ‘Paraíba Educa’ (https://pbeduca.see.pb.gov.br/). O recurso reúne todas as informações sobre Regime Especial de Ensino – REE, assim como os recursos educacionais, documentos legais e pedagógicos norteadores, além de promover o contato direto entre estudantes, professores, gestores e a SEECT. Além disso, também estão sendo utilizadas a plataforma Google Classroom para organização das escolas e das salas de aula; o aplicativo Paraíba Educa, que foi disponibilizado de maneira gratuita e sem uso de dados móveis dos smartphones, além da produção de vídeo aulas e do uso das mídias sociais. Por fim, os estudantes que não têm acesso à internet também foram atendidos pela SEECT por meio da entrega de materiais impressos na casa de cada aluno, promovendo a inclusão de todos os estudantes da Rede Estadual de Ensino.

Quando as aulas presenciais precisaram ser suspensas por conta da pandemia, para garantir o direito à educação de qualidade, inclusiva e democrática, o Governo do Estado da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia, estruturou a Paraíba Educa: uma política pública capaz de permitir a continuidade dos processos de ensino e aprendizagem e segurança alimentar.

A plataforma assegura, mesmo em tempo de pandemia e suspensão das aulas presenciais, o direito à “educação de qualidade, inclusiva e democrática” como determina o Plano Estadual de Educação, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação e a Constituição Federal. Esta ação foi desenvolvida com o intuito de implantar em todo o território paraibano o Regime Especial de Ensino, que corresponde ao ensino remoto executado pelas unidades de ensino vinculadas à Rede Estadual.

A Rede Estadual de Ensino é composta por mais de 246 mil estudantes e 17 mil  Professores, que foram impactados pela pandemia e tiveram acesso às iniciativas impulsionadas a partir desta política pública. Foram utilizadas diferentes soluções digitais como a TV Paraíba Educa, as salas de aula virtuais no Google Classroom, aulas ao vivo por meio do Google Meet, o site educacional PB EDUCA, podcast pela Rádio Tabajara, diversas lives formativas pela plataforma YouTube e materiais impressos para os alunos que não têm acesso à smartphones.

Durante o evento o Governador João Azevedo destacou as ações do estado para assegurar a assistência à população em diversos segmentos, apesar das dificuldades provocadas pela pandemia. “É possível continuar fazendo políticas públicas, principalmente, nas assistências social e alimentar, como também no turismo, na infraestrutura, na eficiência da gestão fiscal e na capacidade de investimentos. Nós estamos fazendo o nosso dever de casa que vai sendo reconhecido, inclusive, em nível nacional. Nós tivemos a oportunidade de cuidar do estado, fazer com que ele continue avançando e, ao mesmo tempo, protegendo as pessoas”, acrescentou.

Fonte: Secom/PB.

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar