As ofensas se tornaram o assunto mais comentado no Vale do Silício

 

Sundar Pichai enviou uma mensagem a todafachada_google a empresa. O executivo chefe do Google considera que o manifesto publicado por um de seus funcionários viola o código de conduta da empresa. Para ele, manifestar que as mulheres são biologicamente inferiores, e a isso se deve o motivo de não crescerem profissionalmente, é inaceitável. Ele afirmou que o funcionário “ultrapassou um limite ao dar guarida a estereótipos de gênero em nosso espaço de trabalho”.

“Sugerir que um grupo de colegas tem traços que o tornam biologicamente menos preparado para um emprego é ofensivo e não é bom”, afirmou Pichai. O Google não diz abertamente, mas o email enviado a toda a empresa dá a entender que o autor do manifesto não continuará a fazer parte dos quadros da empresa.

O departamento de comunicação também não confirma, mas salienta que a demissão é prática habitual quando há infrações ao código de conduta da organização. Vários colegas, entretanto, já confirmam a saída do engenheiro James Damore.

Apesar da demissão, o clima nefasto em torno do debate tomou conta da atmosfera do Vale do Silício. Várias pessoas se posicionaram a favor do engenheiro demitido, e o desconforto tomou conta do espaço. Para termos ideia da gravidade da situação, o Google está convocando uma grande sessão plenária de perguntas e respostas, com a participação de todos os funcionários da empresa, para debater a questão e espantar o mal estar.

 

Da Redação
Foto: Divulgação

COMPARTILHAR

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO


nove − 6 =