Ex-vice-prefeito de BayeuxO ex-vice-prefeito de Bayeux, Luiz Antônio de Miranda Alvino (PSDB), foi condenado por improbidade administrativa na última quarta-feira (17), pelo juiz da 4ª Vara Mista de Bayeux, Francisco Antunes Batista.

Conforme a ação que foi julgada procedente em parte, a condenação é por conta da articulação de Luiz Antônio  para “derrubar” o prefeito Berg Lima. De acordo com o processo, de autoria do Ministério Público da Paraíba (MPPB), Luiz Antônio marcou uma reunião com o empresário Ramonn Acnioli e disse que teria uma gravação que incriminaria Berg.

Para ter acesso ao material, teria que pagar o valor de R$600 mil, mas que depois de uma negociação teria conseguido comprar o material por R$200 mil, dos quais faltavam R$100 mil, que seriam bancados por Ramonn. O empresário seria posteriormente recompensado pelo “investimento”. Luiz Antônio afirmou que Ramonn teria um cargo dentro da prefeitura quando ele assumisse e o apoio para concorrer ao cargo de deputado estadual.

Na ação, foi pedido o afastamento de Luiz Antônio do cargo de vice-prefeito, o que foi negado pelo magistrado devido a Luiz já ter tido o mandato cassado pela Câmara Municipal.

Mas o ex-gestor foi condenado ao pagamento de uma multa civil até 20 vezes o valor da remuneração percebida no cargo de vice-prefeito, com correção monetária e juros de mora 1% ao mês estes a partir da citação. O valor em real será apurado no momento da execução de sentença.

Correio

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO