O governador de Nova York, Andrew Cuomo, assinou nesta quarta-feira uma lei que proíbe a desigualdade salarial de gênero, de modo que as mulheres ganhem o mesmo que os homens pela mesma função, e que veta as empresas de perguntarem sobre o histórico salarial durante as entrevistas de emprego.

A lei estadual que impede um pagamento desigual “para todos os trabalhos substancialmente similares” foi sancionada por Cuomo durante as comemorações em Nova York da conquista do título da Copa do Mundo pela seleção feminina de futebol dos Estados Unidos.

EFE

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here