Djavan, Martinho da Vila, Elza Soares e Céu vencem Grammy Latino

Martinho da VilaDjavan, Martinho da Vila e Elza Soares estão entre os brasileiros que ganharam, nesta quinta-feira (17), prêmios no Grammy Latino. Os artistas venceram nas categorias Melhor Canção em Português e melhores álbuns de Samba e Música Popular Brasileira, respectivamente, com a canção “Vidas pra contar” e os discos “De bem com a vida” e “A mulher do fim do mundo”.

Martinho e Elza não foram a Las Vegas (EUA) para receber seus troféus na cerimônia prévia à festa de gala, celebrada no T Mobile Arena.

“[Martinho da Vila] não está, certamente está na praia, lá no Brasil”, brincou Marcelo Castello Branco, que apresentou a premiação.

A cantora Céu ganhou na categoria Música Contemporânea, com o álbum “Tropix”. “Estou muito feliz de representar o Brasil nesta festa latina”, disse a cantora de 36 anos.

Ian Ramil compartilhou uma estatueta com a banda Scalene na categoria Melhor Álbum de Rock em Português. Eles são responsáveis por “Derivacivilização” e “Éter”, respectivamente. “Dedico a todos os que fazem música pensando em dar um passo além da distração, da diversão, pensando em comunicar”, disse Ramil, artista independente do Rio Grande do Sul.

Paula Fernandes, com o disco “Amanhecer”, e a parceria entre Almir Sater e Renato Teixeira, que deu origem a “AR”, também foram condecoradas nas categorias Melhor Álbum de Música Sertaneja e Melhor Álbum de Música de Raízes Brasileiras, respectivamente. O carioca Hamilton de Holanda venceu a categoria Melhor Álbum Instrumental, com “Samba de Chico”.

O principal ganhador da noite foi o álbum “Los Dúo 2”, do cantor e compositor mexicano Juan Gabriel, que morreu em agosto aos 66 anos.

Veja a lista de vencedores nas principais categorias

Álbum do ano
“Los Dúo 2”, Juan Gabriel

Canção do Ano
“La bicicleta”, Carlos Vives e Shakira

Gravação do Ano
“La bicicleta”, Carlos Vives e Shakira

Artista Revelação
Manuel Medrano

Melhor Álbum Vocal Pop Tradicional
“Los Dúo 2”, Juan Gabriel

Melhor Álbum Vocal Pop Contemporâneo
“Un besito más”, Jesse & Joy

Melhor Álbum Pop/Rock
“Algo Sucede”, Julieta Venegas

Melhor Canção de Rock
“La Tormenta”, Flavio Cianciarulo, compositor, para Los Fabulosos Cadillacs

Melhor Álbum de Música Alternativa
“L.H.O.N.”, Illya Kuryaki & The Valderramas

Melhor Canção Alternativa
“Vez Primera”, Carla Morrison, compositor (Carla Morrison)

Melhor Álbum de Música Banda
“Raíces”, Banda El Recodo De Cruz Lizárraga

Melhor Álbum Cantor/compositor
“Manuel Medrano”, Manuel Medrano

Melhor Álbum de Rock
“La salvación de Solo y Juan”, Los Fabulosos Cadilacs

Melhor Álbum Instrumental
“Samba de Chico”, Hamilton de Holanda

Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa
“Tropix”, Céu

Melhor Álbum de Rock Brasileiro
“Derivacivilização”, Ian Ramil, e “Éter”, Scalene

Melhor Álbum de Samba/Pagode
“De bem com a vida”, Martinho da Vila

Melhor Álbum Música Popular Brasileira
“A mulher do fim do mundo”, Elza Soares

Melhor Álbum de Música Sertaneja
“Amanhecer”, Paula Fernandes

Melhor Álbum de Música de Raízes Brasileiras
“AR”, Almir Sater & Renato Teixeira

Melhor Canção em Português
“Vidas Pra Contar”, Djavan

Melhor Vídeo Musical Versão Longa
“Sirope Vivo”, Alejandro Sanz

G1

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
PUBLICIDADE