Cristóvão Borges é demitido no Flu após tropeços; clube mira Ney Franco

Cristóvão BorgesCristóvão Borges não é mais técnico do Fluminense. Ele não resistiu aos tropeços das últimas rodadas no Campeonato Carioca e foi demitido na manhã desta segunda-feira. O auxiliar Marcão assume a equipe interinamente enquanto o Tricolor tenta encontrar um substituto. No momento, o preferido da diretoria é Ney Franco, ex-treinador de São Paulo, Flamengo e Botafogo.

O estopim para a decisão da diretoria tricolor de demitir Cristóvão foi o empate por 1 a 1 com o Tigres do Brasil, no último sábado, pela 11ª rodada. O comandante estava nas Laranjeiras desde abril do ano passado, mas os tropeços neste Carioca deixaram a equipe fora da zona de classificação para as semifinais da competição.

Já Ney Franco é um antigo sonho da diretoria do Fluminense. O treinador chegou a ser tentado em outras oportunidades na gestão Peter Siemsen, mas acabou não assumindo o Tricolor. Outro nome com força nas Laranjeiras é o de Adilson Batista, que comandou o Vasco em 2014.

Cristóvão Borges vinha pressionado no Fluminense desde o segundo semestre do ano passado, quando sua renovação para 2015 foi bancada pelo vice-presidente de futebol Mário Bittencourt. Os resultados irregulares desta temporada, no entanto, fizeram com que a sua permanência se tornasse insustentável nas Laranjeiras. O Tricolor é o atual quinto colocado no Carioca, atrás de Botafogo, Vasco, Flamengo e Madureira.

O treinador comandou o Fluminense por 55 oportunidades, sendo 28 vitórias, 11 empates e 16 derrotas (aproveitamento de 57%). No Campeonato Brasileiro do ano passado, o Tricolor chegou a buscar uma vaga na Libertadores sob o comando de Cristóvão, mas acabou decepcionando ao terminar a competição na sexta posição.

Confira a nota emitida pelo Fluminense:

Cristóvão Borges não é mais o treinador do Fluminense Football Club. O técnico foi comunicado pela diretoria da decisão na manhã desta segunda-feira, nas Laranjeiras. O treino marcado para às 15h30, na sede do clube, está mantido e será comandado pelo auxiliar técnico permanente Marcão.

O Fluminense agradece ao treinador por todo o trabalho feito ao longo de quase um ano de clube e por ter participado deste momento de transição tão importante que está passando. Haverá uma entrevista coletiva com o técnico na parte da tarde, nas Laranjeiras. Em seguida, o vice-presidente de Futebol, Mário Bittencourt, atenderá a imprensa.

UOL

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
PUBLICIDADE