coronel Lívio DelgadoO comandante do policiamento da Região Metropolitana de João Pessoa, coronel Lívio Delgado, em entrevista na manhã desta quarta-feira (20), falou a respeito do “Clássico da Emoção” entre Botafogo-PB e Campinense que acontece hoje, à partir das 20h30, no Estádio José Américo de Almeida Filho (Almeidão), válido pela penúltima rodada do campeonato paraibano. Segundo o comandante, um esquema especial de segurança está sendo montado para este jogo.

Na oportunidade, o coronel citou a preocupação que existe de confrontos entre as duas torcidas e frisou que o policiamento será reforçado por conta disso. “Existe um esquema especifico para esse jogo, intensificamos e aumentamos a quantidade de efetivo, são mais de 300 homens que estamos empregando entre policiamento a pé, viaturas; são todas as modalidades de policiamento para esse jogo”, disse

Coronel Lívio especificou que o major Cavalcanti, comandante da Cavalaria, fortalecerá a parte externa do Estádio, além do apoio do serviço de da inteligência da Polícia Militar que irá monitorar a questão das torcidas que ficam marcando encontros para possíveis confrontos pelas redes sociais.

PROIBIÇÃO NOS ESTÁDIOS

O coronel Lívio disse ainda que existe uma proibição nesse momento contra a Torcida Jovem do Botafogo. Por decisão da Justiça, ela está proibida por 10 jogos de adentrar aos estádios de futebol da Paraíba devidamente identificada. O comandante frisou que os integrantes poderão participar do jogo, mas sem estar com a devida caracterização.

Para evitar que novos eventos como esse aconteçam, o serviço de inteligência estará atento e monitorando toda a situação. O coronel fez um apelo a consciência do torcedor, pedindo que esse seja um jogo de paz e que haja somente celebração pela boa fase dos dois times.

“Infelizmente esses eventos maculam a imagem do futebol e a polícia tem trabalhado com prevenção, com o apoio da imprensa, parte essa bastante importante, e a gente só pede que seja um jogo tranquilo, os dois times já estão classificados e que elas [torcidas] venham para fazer uma festa, parabenizar os times pelas campanhas e não ficar maculando a imagem de dois times que terminam prejudicados com suspensão, inclusive de mando de campo e da presença de torcida [por esse tipo de comportamento]”, concluiu.

WScom

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO