CORONAVÍRUS

Bomba na CPI: Carlos Bolsonaro participou de reunião sobre vacina no Planalto, revela Pfizer (vídeo)

247 – O vereador Carlos Bolsonaro, que não possui nenhum cargo no governo federal, participou de reunião com a Pfizer no Palácio do Planalto sobre a aquisição de vacinas contra a Covid-19. Governo brasileiro optou por rejeitar imunizante estadunidense e hoje está à beira de um apagão de vacinas. A revelação bombástica foi do gerente-geral da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo, em depoimento concedido à CPI-da Covid, no Senado Federal nesta quinta-feira (13).

O representante da Pfizer informou que Carlos Bolsonaro e Filipe Martins, que na época era assessor especial do ministério das Relações Exteriores, foram levados à reunião pelo e com o ex-secretário da Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, na sede da Secom, localizada no Palácio do Planalto.

Martins e Carlos Bolsonaro chegaram atrasados à reunião e foram atualizados por Wajngarten dos assuntos debatidos, segundo Murillo.

Segundo o representante da Pfizer, a reunião, que durou uma hora, teve como principal objetivo falar sobre cláusulas de um futuro contrato entre a farmacêutica estadunidense e o governo.

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) perguntou na sequência se  Murillo considera o governo federal negligente por não ter adquirido as vacinas, mas o gerente da Pfizer argumentou não poder fazer essa afirmação, pois não conhece o funcionamento interno do Brasil para negociações.

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar