CORONAVÍRUSESPORTES

Atleta italiano finalista em duas Olimpíadas morre aos 56 anos por coronavírus

O Comitê Olímpico Italiano (CONI) informou, nesta quarta-feira, a morte de Donato Sabia, de 56 anos, duas vezes finalista olímpico na prova dos 800 metros.

Segundo a entidade, o ex-atleta esteve internado por “alguns dias” na unidade de terapia intensiva no hospital San Carlo, em Potenza, na região italiana do sul de Basilicata.

Campeão europeu indoor em 1984, Sabia terminou em quinto na final dos 800 metros em Los Angeles no mesmo ano, prova vencida pelo brasileiro Joaquim Cruz, e foi sétimo em Seul, quatro anos depois. Segundo o CONI, Sabia é o primeiro finalista olímpico no mundo vítima do coronavírus.
A federação italiana de atletismo (FIDAL) descreveu Sabia como “um atleta extraordinariamente talentoso, mas, acima de tudo, uma pessoa gentil”. Segundo a entidade, o pai do ex-atleta também morreu de covid-19 alguns dias antes.

“É uma tragédia dentro de uma tragédia”, disse Alfio Giomi, presidente da FIDAL, em um comunicado. “Donato era uma pessoa que você não poderia não amar”.

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
PUBLICIDADE