assassino de animalCenas muito fortes viralizaram no WhatsApp e Facebook a partir de Paraíba. Trata-se de um homem que tortura e mata uma gata em Itabaiana, interior da Paraíba. O sofrimento do animal comove quem assiste as imagens, mas isso não bastou para que o criminoso, identificado como “Véi”, parasse. Para tornar o quadro ainda mais tenebroso, as cenas foram gravadas por uma criança enquanto uma mulher interagia com o assassino.
O crime foi denunciado por protetores de animais de Itabaiana e fez com que a ativista Fabíola Rezende, da ONG Ajude Anjos de Rua, fosse ao município para cobrar providências contra o homem que matou a gata. Fabíola disse que a Polícia Civil abriu processo contra o homem. “Chega de tanta barbárie contra os animais, seres inocentes. Isso vem acontecendo sempre segundo informações. Esse mesmo suspeito já está conhecido como assassinos de gatos. Não posso negar minha indignação e meu choro diante de tanta crueldade. Temos representantes da ONG em Itabaiana e fomos informados do caso”, disse ela.
Um dos motivos que levam os protetores a acusarem o homem conhecido pelo apelido de “Meu Santo” de outros crimes contra os animais é o fato dele manter em casa um instrumento com o qual se enforcam os gatos.
O delegado que vai apurar o caso é Eduardo Portela. Ele recebeu da ONG o vídeo com o registro dos maus tratos e da morte da gata. Mas, os protetores não acreditam que o criminoso seja preso: “Uma pena alternativa ou uma multa é tudo que se aplica nesses casos porque a legislação é muito branda”, disse Fabíola Rezende.
ParlamentoPB.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO