MESSI DE 3 ANOSIraque – O Estado Islâmico sequestrou Lionel Messi. Isso de fato aconteceu, mas não como indica a frase. Um menino iraquiano, que recebeu o mesmo nome do craque do Barcelona como forma de homenagem, foi capturado pelo grupo extremista em 2014, quando tinha três anos, junto com seus pais.Segundo relatos divulgados pela rede iraquiana de televisão K24, os membros do EI condenaram o menino pelo seu nome, considerado ‘infiel’, tentando fazer com que a mãe o rebatizasse, com a alcunha de Hassan.

Messi e sua família foram resgatados e hoje vivem no Curdistão iraquiano. O sequestro e a vida em cativeiro, no entanto, marcaram a vida do menino para sempre. Hoje em dia, segundo a reportagem, o iraquiano prefere brincar com armas, ao invés da bola.

O Estado Islâmico vem se manifestando de maneira contrária ao futebol, por ser um ‘esporte ocidental’, há algum tempo. As partidas na Síria, em regiões controladas pelo grupo, estão proibidas, por seguirem as regras da Fifa.

O DIA

COMPARTILHAR

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO


um × 8 =