Opetista Demétrio Vilagra, que assumiu a prefeitura de Campinas após o afastamento do ex-prefeito Dr. Hélio, em 2011, e cassado pela Câmara no mesmo ano, foi agora absolvido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Vilagra ficou na prefeitura entre entre 23 de agosto e 21 de dezembro de 2011. A absolvição foi nesta quinta-feira, dia 5.

Vilagra foi cassado por quebra de decoro, acusado de estar envolvido no mesmo esquema de corrupção do ex-prefeito Dr. Hélio. O relatório feito pelos vereadores acusou Vilagra de saber das ações de desvio público na empresa municipal de saneamento e de não fazer nada para impedir as irregularidades.

O presidente da comissão processante (CP) que cassou Demétrio é o atual deputado estadual Rafa Zimbaldi (PSB). A Comissão Processante tinha também Zé do Gelo (PV), relator do processo e Sebá Torres (PSB). A Câmara Municipal de Campinas cassou o mandato de Demétrio Vilagra por 29 votos a favor e quatro contra.

Apesar de inocentar o petista, o Tribunal de Justiça de São Paulo também condenou a ex-primeira dama de Campinas, Rosely Nassim Santos a 17 anos de prisão, esposa do ex-prefeito Dr. Hélio. Ela foi acusada de chefiar a quadrilha que desviou dinheiro público da Sanasa, em Campinas, durante o mandato do marido, o mesmo caso em que Demétrio Vilagra foi absolvido.

Bem Blogado

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here