despachar bagagemA Gol anunciou que terá uma classe tarifária mais barata para aqueles clientes que não forem despachar bagagens. Segundo as novas regras da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a partir do próximo dai 14, as companhias aéreas poderão cobrar por mala despachada.

“Quando a medida que permite a franquia de bagagens entrar em vigor, ela intensificará a concorrência entre as companhias aéreas brasileiras, beneficiando os consumidores. Portanto, o cliente que não quer ou não precisa despachar suas malas, não pagará mais por esse serviço, como acontece hoje”, ressalta Paulo Kakinoff, presidente da GOL.

A empresa não deu detalhes de quanto será a redação, mas afirmou que será um modelo muito simples e os clientes não terão dificuldades para identificar as tarifas mais baratas sem o despacho de bagagens. Aqueles que escolherem essas tarifas terão ainda a opção de adquirir a franquia, que será calculada por volume despachado. Os valores da unidade, que ainda serão definidos, irão crescer de acordo com a quantidade de malas.

Vale lembrar que, com as novas regras, o limite para a para a bagagem de mão passará de 5kg para 10kg.

Extra
COMPARTILHAR

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO


× 9 = cinquenta quatro