Departamento de Matemática da Universidade Federal da Paraíba (UFPB)O Departamento de Matemática da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) subiu 200 posições na edição 2018 do Ranking de Xangai e entrou no ‘top 300’ do mundo e no “top 3” do país, ficando atrás apenas dos da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Da Região Nordeste, é o único que aparece na classificação. Em 2017, foi “top 500” do planeta e “top 5” do Brasil.

“Subimos essas posições devido à política de internacionalização da UFPB e do departamento; ao aumento da produtividade acadêmica, que repercute no banco de dados das plataformas da área; e à melhora dos nossos recursos humanos”, avalia Fagner Araruna, coordenador do Programa de Pós-graduação em Matemática da UFPB no último ano.

Segundo Araruna, o programa, em associação à Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), é o mais produtivo do país, de acordo com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), conforme resultado final da Avaliação Quadrienal 2016.

 

As pesquisas são voltadas, principalmente, para os campos de análise, de álgebra, de geometria/topologia e de probabilidade. “Estamos pleiteando curso de doutorado exclusivo para a UFPB. A decisão sairá neste mês”, adianta, entusiasmado, o docente.

 

Joedson Santos, atual chefe do departamento, destaca, nas atividades de extensão, ações como a Olímpiada Pessoense de Matemática, da qual participam estudantes das redes pública e privada de ensino; e o Ciclo Paraibano de Palestras de Divulgação da Matemática (Ciclomat), direcionado, especialmente, a professores da rede pública. As apresentações da segunda edição, abertas ao público, ocorrerão neste sábado (23), das 8 às 18h.

 

O Ranking de Xangai, nome pelo qual é conhecido o Academic Ranking of World Universities, é uma classificação geral e por áreas do conhecimento de instituições de ensino superior de todo o mundo. Os campos de estudo são avaliados de acordo com o número de artigos publicados, sobretudo por periódicos de impacto, quantidade de citações, colaborações internacionais e prêmios.

Perfil do departamento

Criado em 1961, o Departamento de Matemática da UFPB (foto) é formado, hoje, por 260 estudantes de licenciatura e de bacharelado, por 100 mestrandos e doutorandos e por 55 docentes, dos quais 12 são bolsistas de produtividade em pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

 

Oferta, por ano, 50 vagas para graduação, via Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação (MEC), e 90 para cursos de mestrados acadêmico e profissional e de doutorado. Mais informações podem ser obtidas por meio do site da unidade de ensino ou pelo telefone (83) 3216.7434.

WSCOM

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO