BRASIL

Laudos indicam asfixia como causa de oito mortes em chacina de jovens em Paraisópolis

247 –  Dados do Instituto Médico Legal (IML) revelam que as mortes de oito dos nove jovens durante chacina policial num baile funk em Paraisópolis , na região Sul de São Paulo, foram causadas por asfixia mecânica indireta, como informou o jornal O Globo.

Na visão de Ariel de Castro Alves , advogado e conselheiro do Condepe (Conselho Estadual de Direitos Humanos),  “o resultado dos laudos não isenta os policiais de responsabilidade nas mortes”  .

“Já era esperado que os laudos indicassem lesões geradas por pisoteamentos e que as mortes fossem decorrentes de asfixia e insuficiência respiratória. No entanto, o que gerou correria, quedas e pisoteamentos foi a atuação violenta dos policiais militares contra os adolescentes e jovens que lá estavam”, diz ele.

“O resultado dos laudos não isenta os policiais de responsabilidade nas mortes. Inclusive a possibilidade da prática de homicídio por dolo eventual, já que com a conduta violenta, incluindo disparos de balas de borracha, lançamento de bombas de gás lacrimogêneo e agressões contra a multidão que lá estava, eles assumiram o risco de ferir e gerar mortea”, completa Castro.

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
PUBLICIDADE