retirar radares das rodovias federaisO governo Jair Bolsonaro está proibido de retirar os radares medidores de velocidade das rodovias federais. A decisão é da juíza da 5ª Vara Federal de Brasília, Diana Wanderlei foi divulgada nesta quarta-feira (10), e também determina a renovação, em caráter de emergência, de contratos com concessionárias que fornecem os medidores e que estejam prestes a expirar.

A magistrada atende a ação popular movida contra a União após declarações do presidente Jair Bolsonaro em seu Twitter. A juíza também determinou multa diária de R$ 50 mil por unidade de equipamento retirado de circulação ou desligado.

Na Paraíba, os radares já começaram a ser reinstalados nas rodovias. No Sertão da Paraíba, inclusive, já estão gerando autos de infração.

O presidente anunciou, na semana passada, em sua rede social, o cancelamento da instalação de mais de 8 mil radares eletrônicos em estradas do país e que contratos serão revisados para se ter certeza de sua “real necessidade”. A medida de Bolsonaro foi criticada por especialistas e pelas concessionárias.
Diana considerou que a situação criada por Bolsonaro está “causando insegurança à população”. Isso porque o governo anunciou o fim de um plano técnico efetivo com objetivo de diminuir a mortalidade e de acidentes nas rodovias, sem substituir por outro.

Com informações do WScom

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO