POLÍTICA

Investigações mostram que chapa de Bolsonaro-Mourão cometeu crime eleitoral e pode ser cassada

247 – O inquérito das fake news que tramita no STF (Supremo Tribunal Federal) avançou na  busca de elementos que reforçam as ações contra a chapa de Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

A investigação, que corre em sigilo, vai tornando evidente a vinculação do esquema de disparo em massa de fake news pelo WhatsApp nas eleições de 2018 com a investigação em tramitação na corte sobre um esquema de aliados do presidente para disseminar notícias fraudulentas e ataques contra as instituições.

Nos bastidores, alguns ministros do TSE avaliam que não há pressa para julgar as ações e que esse material pode ter potencial para conter Bolsonaro em uma eventual ofensiva contra a democracia. A avaliação é que atualmente não há clima na sociedade para cassar Bolsonaro, informa a Folha de S.Paulo.

Porém, juízes e investigadores que acompanham o caso afirmam que as investigações contra fake news em andamento no Supremo encontraram elementos que reforçam a acusação de que a campanha do presidente sabia do esquema de propagação de notícias falsas durante a eleição de 2018.

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar