Imprensa francesa detona PSG“Tudo isso para nada”, intitulou o jornal esportivo “L’Équipe” sobre a eliminação do Paris Saint-Germain para o Real Madrid nas oitavas de final da Liga dos Campeões, após o clube francês ter feito “contratações fora do normal”.

Na crônica sobre a derrota de terça-feira por 2 a 1 no estádio Parc des Princes, depois da queda por 3 a 1 de virada no Santiago Bernabéu, o jornal afirma que o PSG “mostrou suas limitações na competição”.

A publicação acrescenta que o clube parisiense “entendeu o que o separa de um campeão da Europa”, “não deu em nenhum momento a impressão de ser uma ameaça” e evidenciou “a distância sideral que o separa” do Real Madrid.

Após apontar que a derrota certifica o final da era de Unai Emery como técnico do PSG, o jornal elogia a “lição” de Zinedine Zidane, que “tomou decisões fortes” e saiu vitorioso.

“Aposta perdida”, diz o “Le Parisien na manchete, ao declarar que a derrota “marca os limites do PSG”, ao qual considera “um pequeno da Europa”.

“O chefe é Ronaldo”, acrescenta a publicação, que lembra que o português marcou três gols no somatório dos dois jogos e “mostrou que é o melhor jogador do mundo”.

“Real Madrid apaga os sonhos de um pequeno PSG”, intitula o conservador “Le Figaro”, que fala de uma “noite de pesadelo” para a equipe francesa, que “respeitou muito o Real Madrid”.

“Uma eliminação que ameaça ser fatal para Emery”, diz o jornal, que considera “contados” dias do técnico espanhol no comando do Paris Saint-Germain.

Agência EFE

COMPARTILHAR

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO