Fernando HaddadO candidato do PT a presidente, Fernando Haddad, fez um discurso forte pouco depois de 20h em São Paulo no qual, com uma frase tomada do hino nacioal brasileiro, apresentou-se como um dos líderes da frente de oposição ao governo Bolsonaro: “verás que um professor não foge à luta” para, em seguida, citar literalmente o hino: “nem teme quem te adora, a própria morte” -tratou-se de uma referência indireta ao fascismo que, historicamente, tem a morte como um de seus símbolos.

Haddad disse que não é hora de “aceitar provocações nem ameaças” e que “não é hora de deixar nosso país para trás”. Ele disse que se coloca “à disposição do país” e que, “como milhões de pessoas, coloco o país acima do meu bem-estar”.

WSCOM

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO