Direção nacional do PTA direção nacional do Partido dos Trabalhadores estará na Paraíba, nos próximos dias, para buscar uma saída política em relação às eleições da nova direção estadual da legenda, que foi contestada na justiça pelo movimento interno Muda PT. O Processo de Eleições Diretas (PED) foi realizado em abril, mas o Muda PT denunciou manobras que excluíram delegados e eleições de diretórios municipais do movimento. Diante disso, as eleições foram parar na justiça.

A informação sobre a vinda da direção nacional do PT à Paraíba foi dada pelo deputado estadual Frei Anastácio. “Essa decisão da direção nacional aconteceu depois de uma reunião, realizada esta semana entre eu, Luiz Couto e Anísio Maia, com a presidente, Gleisi Hoffmann, em Brasília. A reunião foi convocada por ela. Além dos deputados paraibanos, estavam presentes um assessor de Luiz Couto, (Legal) o vice-presidente nacional do PT, Paulo Teixeira, a presidente do Partido e assessores”, informou o deputado.

Segundo Frei Anastácio, a reunião durou cerca de duas horas e foi muito tensa. “Nós não concordamos com a forma  desonesta que a atual direção  do PT, na Paraíba, e a tendência Construindo um Novo Brasil (CNB), vêm adotando no estado para se manter mandando no partido.Eles desconsideraram a presença de vários delegados nossos no PED, para poderem ganhar a eleição”, disse.

 Segundo o parlamentar, diante disso, a saída foi recorrer à justiça.  “Já temos liminares favoráveis, determinando inclusão dos delegados excluídos por eles. É lamentável termos que judicializar esse processo de eleições. Mas, estamos esperando o que a direção nacional irá fazer nessa vinda á Paraíba. A presidente está preocupada com as eleições do próximo ano e pretende resolver a situação, que é semelhante ao que aconteceu no Estado do Espírito Santo”, relatou Anastácio.

MUDA PT

O Muda PT é um movimento de várias forças internas insatisfeitas com o modelo que a CNB adotou como forma de desconstrução partidária para se manter no poder, de qualquer forma. Exemplo disso é a insatisfação generalizada em vários municípios do Estado, por falta de informação, que levaram vários diretórios municipais a serem extintos por não realizarem o PED, além da falta de prestação de contas da direção estadual há cinco anos.

Assessoria

COMPARTILHAR

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO


4 × = trinta seis