CRM-PBO Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) deu um prazo de 24h para a diretoria da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) dos Bancários fornecer a escala médica de plantão completa.

De acordo com o diretor do Departamento de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa, é crescente o número de reclamações em relação à sobrecarga de trabalho da equipe médica da unidade. “O déficit de profissionais gera sérios prejuízos e risco ao atendimento da população e à segurança do ato médico”, destacou. O diretor acrescentou que se a escala não for entregue nesta sexta-feira (21), a unidade será interditada eticamente a partir deste sábado (22).

Em contato com o Portal Paraíba.com.br, o diretor afirmou que a fiscalização recebeu denúncias de vários médicos que falavam da impossibilidade de atender dignamente porque as escalas estavam incompletas e isso estava expondo eles a atender uma demanda enorme de pacientes, situação que poderia culminar em atendimento de má qualidade e até agressões.

“Comunicamos à presidência do Conselho, fomos até a UPA nesta quinta-feira, entregar o ofício dando um prazo de 24h para encaminhar a escala completa ou vamos providenciar a retirada dos médicos da unidade. Esperamos que isso se resolva antes que a gente promova a atitude de retirada.

 

Redação com Assessoria

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here