Com novo livro, Chico César lança sua faceta poeta pornográfico

Versos PornográficosÉ interessante ler o que músicos escrevem. Crônicas, contos, poesias e até autobiografias (seja publicada em livros do gênero ou distribuídas através de nuances em peças de outros gêneros) instigam. Os textos revelam um pouco do que essas pessoas são, pensam, amam. Não são mais interessantes porque são de músicos e não de escritores. Simplesmente são interessantes porque mostram um lado mais humano dessas figuras que a gente se acostumou a ver em cima do palco e, por causa dessa distância, viraram personagens esquisitos (inatingíveis, esquisitos, sei lá). E tem sido assim: vira e mexe um dos “astros” da MPB aparecem colocando seu âmago para fora. Esta semana Chico César, que já tinha dois lançamentos editoriais em seu currículo, apresentou ao público sua faceta escritor de poesias pornográficas.

As poesias de Versos Pornográficos, publicado pela Confraria do Vento, instigam, excitam, agradam, tensionam, causam muitas sensações. Com belíssimas ilustrações de Sári Szántó, o livrinho é uma ótima pedida para a cabeceira. E para quem quer animar a noite, lendo-o para o(a) parceiro(a). No lançamento, realizado na última segunda-feira (30/11) na Livraria da Travessa de Ipanema, houve leitura das poesias por alunos da Casa Poema. Uma excitação só! O evento contou com a presença da diva paraibana Elba Ramalho, do compositor cearenseEdnardo, do ator Luiz Carlos Vasconcellos (o Bento de “Além do Tempo”), do compositor e escritor Bráulio Tavares, da cantora Monique Kessous, entre outros.

GarotaFM

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar