INTERNACIONAL

Caminhão é encontrado no Reino Unido com 39 pessoas mortas dentro: “Tragédia inimaginável”, diz primeiro-ministro

Trinta e nove pessoas foram encontradas mortas na carroceria de um caminhão no parque industrial de Essex, no Reino Unido. O motorista, um homem de 25 anos da Irlanda do Norte, foi detido por suspeitas de homicídio.

O veículo teria saído da Bulgária e entrado em território britânico no sábado (19). O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, afirmou que não ainda ter todas as informações sobre o caso, mas já considera o fato como uma “tragédia inimaginável”.

“É um trágico incidente, em que um grande número de pessoas perdeu a vida”, afirmou o superintendente-chefe da polícia de Essex, Andrew Mariner. “A nossa investigação vai tentar descobrir o que aconteceu”.

As autoridades estão tentando identificar as vítimas, um processo, dizem, que será demorado. “Pensamos que o caminhão é da Bulgária e entrou em nosso país,em Holyhead, no sábado”, disse Mariner. “Estamos trabalhando na investigação. O motorista do caminhão foi detido pela ligação ao incidente e está sob custódia da polícia, enquanto a é feita”.

Um cordão policial foi instalado no Parque Industrial Waterglade, em Thurrock, que permanece fechado.

O primeiro-ministro britânico afirmou ainda que está a acompanhar a situação, afirmou que os seus “pensamentos estão em todos os que perderam a vida” e em seus familiares.

Em comunicado, a polícia de Essex esclarece que foram chamados por “colegas do serviço de ambulâncias pouco depois da 1h40 da manhã”, após a descoberta de um caminhão com “pessoas em seu interior no parque industrial de Waterglade”, em Grays.

Os serviços de emergência foram para o local ma,  “infelizmente, 39 pessoas foram encontradas mortas no local”. Entra as vítimas estão 38 adultos e um jovem.

Agência Brasil

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
PUBLICIDADE