POLÍTICA

Apoiador de Bolsonaro, Collor admite perseguição a Lula: “Moro foi um crápula”

Revista Fórum – Adversário de Lula no segundo turno da eleição presidencial de 1989, o senador Fernando Collor (PROS-AL), que atualmente é próximo de Jair Bolsonaro, admitiu em entrevista ao Estadão divulgada nesta segunda-feira (20) que o petista foi injustiçado na operação Lava Jato.

“Sem dúvida que sim. O ex-juiz Sérgio Moro foi um crápula no comportamento em relação ao ex-presidente Lula. As conversas vazadas demonstram que o comportamento dele foi de um personagem como esse”, declarou.

O senador também afirmou que, se de fato a eleição de 2022 contar com um embate entre Lula e Bolsonaro, a chamada “terceira via” será “moída”. “Terceira via existe na literatura. Na prática política, isso não existe. Sobretudo agora, com a possibilidade de elegibilidade do ex-presidente Lula, claramente a polarização já está posta: o PT, com o seu candidato, no caso, o Lula, e o candidato à reeleição, que é o presidente Bolsonaro. Terceira via vai ser moída”, analisou.

Leia mais na Fórum.

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar