A Academia de Cordel do Vale do Paraíba entregará, em data ser definida, o troféu Violeta Formiga à professora Irene Marinheiro Jerônimo (foto), pela sua luta em defesa dos direitos básicos e fundamentais do ser humano, principalmente das mulheres.

A psicóloga e poeta Violeta Formiga nasceu em Pombal e veio morar em João Pessoa em 1971, onde iniciou a divulgação de sua obra poética. Violeta foi brutalmente assassinada em 21 de agosto de 1982 pelo próprio marido.

Irene Marinheiro também tem origem no sertão paraibano, Piancó, onde concluiu o curso Normal. Graduou-se em Licenciatura em Letras pela UFPB e passou a lecionar na rede pública estadual. Foi fundadora da Secretaria de Mulheres da CUT, militante do Sindicato dos Profissionais da Educação da Paraíba e fundou o Centro da Mulher 8 de Março. Atuou nos conselhos dos Direitos da Mulher nos níveis municipal e estadual. Fundou o Fórum de Mulheres Paraibanas e a Rede de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O troféu Violeta Formiga foi instituído em 2017 para homenagear mulheres que tenham se destacado no meio social e cultural. Já receberam a comenda a cirandeira Vó Mera, a educadora Maria Zeza Alexandre, de Itabaiana e à vereadora Sandra Marrocos, de João Pessoa.

Assessoria

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here