TODAS AS CATEGORIAS

Abandono deixa Estação Ciência há duas semanas sem energia e dois anos sem mirante

Abandono deixa Estação CiênciaUm dos maiores pontos de visitação turística de João Pessoa- a Estação Cabo Branco, Ciência, Cultura e Artes – está abandonado. A obra projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, realizada ainda pela gestão de Ricardo Coutinho, está sem energia elétrica durante a noite há duas semanas e só funciona a base de gerador para alimentar o sistema elétrico durante o dia.

O outro sinal de desleixo na Estação Cabo Branco, Ciência, Cultura e Artes é a torre do Mirante. O prédio foi fechado para uma reforma de 90 dias, em 10 de março de 2015. Dois anos e três meses depois a obra ainda não foi concluída e com um agravante: não tem ninguém trabalhando nos serviços que visavam melhorias internas do prédio.

O abandono da Estação Cabo Branco, Ciência, Cultura e Artes, são visíveis a olha nu.  Vidros da estrutura quebrados, paredes mofadas ou o lodo escorrendo, piso se esfarelando, infiltrações, sujeiras e falta de limpeza nas obras de arte expostas ao ar livre.

Em entrevista ao G1, a diretora da Estação Ciência, Marianne Goés, informou sobre a redução do expediente – até às 17h – e a transferência de servidores para outro anexo pelo descaso da estação.

Marianne Góes também culpa às empresas terceirizadas pela falta de manutenção e o período chuvoso em João Pessoa, pela quase ruína do prédio.

Procurado pelo ClickPB o mestre de obras da Secretaria de Infraestrutura da Capital, Marcos César Bezerra, disse que só poderia dar informações sobre a situação do mirante e da obra com a autorização do titular da pasta – Cássio Andrade. O portal continua aguardando o retorno.

Em nota à imprensa, a direção da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no bairro do Altiplano, comunica ao público que estará com todos os seus setores funcionando temporariamente na Estação das Artes, prédio localizado ao lado do complexo. A medida vale do período de 8 a 11 de junho (de quinta-feira a domingo) para a realização da troca de equipamento da rede elétrica, necessário após um problema técnico ocorrido nos disjuntores de alta tensão do prédio.

De acordo com os engenheiros e técnicos da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), esse procedimento será necessário porque a parte administrativa da Estação está funcionando com geradores. O serviço será justamente para a relocação do novo dispositivo disjuntor e para realizar a acomodação física e técnica do equipamento na subestação abrigada. Como se trata de alta tensão requer tempo para realização de testes no equipamento e manutenção corretiva.

Com informações do G1.

 

Por Clique PB

Mostrar mais

DiárioPB

Portal de notícias da Paraíba, Brasil e o mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
PUBLICIDADE